نظرات خوانندگان

O Novo Office Para o Mac é Um Retrocesso

"Paulo Enzo" (2018-06-09)

 |  ارسال پاسخ

encontrar mais

Estamos num extenso mês pros fãs do Mac. Porém, pela semana passada, a Microsoft lançou o Office 2011 para o Mac, a primeira versão nova produzida pra plataforma Apple nos últimos 4 anos. 200. Boa quantidade do trabalho investido pela Microsoft pela nova versão consistiu em torná-la mais parecido, em aparência e funcionamento, ao Office do Windows.


A nova suíte de aplicativos Office ganhou resenhas muito elogiosas dos meus colegas de algumas publicações. Ao que parece, necessita existir qualquer coisa de incorreto comigo; acho que, do ponto de visão do emprego dia a dia, o Office 2011 é um enorme retrocesso. Não me empreenda mal. Há diversas novidades relevantes neste local. Quota delas é super bem-vinda. No Word, um jeito de exibição de tela cheia oculta as janelas e ferramentas do programa para que o usuário possa se concentrar pela leitura. O Outlook agora salva cada mensagem de e-mail como um arquivo de texto separado, e não mais recorre a um imenso banco de detalhes, o que significa que os backups feitos com o Time Machine são bem mais rápidos.


  • NAND: TLC

  • SATA III

  • 08/9/2016 19:Trinta e sete Denunciar

  • APROVEITE Seu SSD

  • quatrorze días EPG

  • AMD Radeon R7 240 2 GB FH PCIe x16***

  • Visto que você restringe tuas atividades e limita suas interações sociais

Todos os programas são nesta hora abertos muito mais muito rapidamente. — e editando-os com a versão digital do Office, de funcionalidade restrita. Mas, pensando bem, eu serviço em casa. Não emprego o Excel pra cálculos exigentes, não sou um colaborador numa rede de serviço, e não reconheceria uma planilha "pivot" nem sequer que ela desabasse sobre a minha cabeça. Uso o Word para publicar — não para diagramar páginas, nem sequer projetar sites, e nem ao menos editar imagens, o que ou seja que essas melhorias não significam nada pra mim.


Não uso a agenda que vem incorporada ao Outlook — ela não é compatível com a agenda do Google Calendar, e os excessivo participantes de minha família não conseguem consultá-la nos seus computadores. O que se segue, por isso, é uma resenha muito pessoal sobre o Word e o Outlook. Na realidade, é uma longa queixa sobre prioridades e perfumarias inúteis.


A suíte do Mac acrescenta nesta hora a Ribbon, uma barra de ferramentas horizontal que foi incorporada ao Office pra Windows. Contudo há algo que não sei: que eu me lembre, as telas de micro computador são todas mais largas do que altas. A última coisa que queremos é consumir espaço "vertical" na tela com uma interface bagunçada como a Ribbon. Não seria melhor manter os controles pela lateral da tela, como ocorria com as ferramentas de formatação da relacionados versão anterior do Relacionados Office para o Mac?


A Ribbon relacionados poderá ser fechada, é claro — todavia como é irritante ter de fazer isto o tempo todo! No momento em que fechada, ainda é possível ver de perto os nomes das abas (como Layout da Página, Tabelas, Revisão e dessa maneira por diante) — entretanto, pra aborrecimento do usuário, não é possível abrir as abas ao clicar nos nomes delas. É preciso abrir manualmente a Ribbon e desse jeito clicar pela aba desejada. No Word, costumo digitar no jeito de visualização Rascunho — uma página infinita e contínua.


Por que perder tempo com grandes margens em branco e falsas quebras de página no momento em que estamos editando um texto pela tela? Todavia, no Word 2011, o espaçamento dos caracteres no modo de visualização Rascunho é tão fraco que quase inutiliza este recurso. As letras literalmente trombam umas com as algumas; o resultado é horrível. As macros estão de volta, o que é ótimo. Entretanto o novo painel de Busca/Substituição do Word bem como tem êxito mal.


Não é possível utilizar a tecla Tab pra alternar entre as opções de pesquisa e as opções de substituição — é necessário utilizar o mouse pra escolhê-las. E ainda deste jeito, o gravador de macros simplesmente não registra operações de pesquisa e substituição. A Microsoft me ensinou uma forma de contornar a dificuldade: basta recorrer à caixa de Pesquisa Avançada, se você souber onde encontrá-la. Entretanto a maior das decepções foi o Outlook.


As outras resenhas elogiaram sua velocidade; a versão que instalei trava sempre que está em "sincronização" (enviando ou recebendo e-mails). Ela deixa de responder até que a sincronização chegue ao término. Eu não poderia esquecer-me de indicar um outro website onde você possa ler mais a respeito de, talvez agora conheça ele porém de cada forma segue o hiperlink, eu amo bastante do tema deles e tem tudo haver com o que estou escrevendo nesse post, veja mais em relacionados. Pior ainda: a Microsoft deu cabo de consideráveis recursos deste programa. Algumas das melhores ferramentas e comandos que eu usava no Entourage, seu antecessor, foram simplesmente removidas. Bem como é enorme o número de bugs. Ao usar o comando Enviar como Anexo presente no Word, tais como, o resultado é uma mensagem enviada pelo Outlook — sem a assinatura do autor. É preciso acrescentá-la manualmente. Para tornar tudo ainda mais irritante, o cursor não vai automaticamente para o campo "Para", de forma que possamos digitar um endereço eletrônico.



افزودن نظر